Arquivo da tag: motoristas

Acabou a greve de ônibus no Recife

Trabalhadores aceitam reajuste de 7,14% e encerram a greve com a garantia de não sofrer descontos sobre os dias parados.

Depois de intensas negociações, os motoristas, cobradores e mecânicos aceitam nova proposta de reajuste em 7,14%, sugerida pelo procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT), Dr. Aluísio Alves da Silva Júnior e acatada pelos donos das empresas concessionárias do transporte público de passageiros da Região Metropolitana do Recife. Os trabalhadores, durante assembléia da categoria na manhã desta sexta (27), decidem encerrar a greve, iniciada na madrugada da última quinta (26), e voltar ao trabalho imediatamente.

Continuar lendo

Anúncios

Paralisação dos ônibus pode terminar ainda hoje

Nova rodada de negociações entre representantes dos motoristas, cobradores e mecânicos e os donos das empresas concessionárias do transporte público de passageiros da Região Metropolitana do Recife, por meio do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Setrans) e a Empresa Metropolitana de Transportes (EMTU), ocorrerá às 11h desta sexta-feira (27), na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT), no bairro do Espinheiro e será intermediada pelo procurador-chefe Aluísio Alves da Silva Júnior, com o objetivo de encerrar o impasse que provocou a greve da categoria desde a zero hora de ontem.

O impasse na concessão de reajuste salarial ocorreu porque os trabalhadores reivindicaram reajuste de 12%, enquanto os patrões ofereceram 4,35% de aumento. As duas partes vão discutir nova proposta, entre 5% e 7%, apresentada, no início da noite passada, pelo procurador-chefe do MPT. Entretanto, as partes envolvidas não parecem querer ceder. Caso cheguem a um consenso, a greve estará encerrada. Por enquanto, a paralisação prossegue por tempo indeterminado.

Continuar lendo

Sem acordo, motoristas de ônibus entram em greve no Recife

Trabalhadores pedem reajuste de 12% e recebem dos patrões proposta de 4,35%. Como resultado, a categoria decide cruzar os braços por tempo indeterminado.

O que todos temiam, aconteceu. Diante de um novo impasse na negociação entre o Sindicato dos Rodoviários e o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Setrans), motoristas, cobradores e mecânicos de empresas concessionárias do transporte público de passageiros na Região Metropolitana do Recife (RMR) resolveram entrar em greve por tempo indeterminado, a partir da 00h desta quinta feira (26), complicando a vida dos mais de 1,7 milhão de passageiros que dependem dos ônibus como o principal meio de locomoção.

Continuar lendo

Recifense assustado com risco de greve de ônibus

Todas as atenções estão voltadas para a reunião promovida hoje pelo Sindicato dos Rodoviários Urbanos desde as 14 horas. Eles pretendem informar em assembléia aos 14 mil cobradores e motoristas de ônibus da Região Metropolitana do Recife, o resultado das negociações com os proprietários das empresas de ônibus, ocorrida hoje pela manhã, na Delegacia Regional do Trabalho (DRT), sobre a proposta de aumento salarial da categoria que contou a presença de representantes da Empresa Metropolitana de Transporte Urbano (EMTU), do Sindicato dos Rodoviários, Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Setrans) e da Federação dos Usuários de Ônibus.

Diante de um novo impasse, a categoria pretende retomar a greve por tempo indeterminado, prejudicando os cerca de 1,7 milhão de usuários com a paralisação dos 2.700 ônibus que circulam em 354 linhas na Região Metropolitana do Recife. O Sindicato reinvindica um aumento salárial de 12,88%, tendo por base o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), enquanto os patrões oferecem um aumento de 4%, em duas parcelas, proposta repudiada pelos trabalhadores.

Continuar lendo

Recife enfrenta paralisação dos ônibus

Desde zero hora dessa sexta, dia 20, teve início uma paralisação de motoristas, cobradores, fiscais de linha e mecânicos dos coletivos por 24 horas pegando a população de surpresa. A decisão da paralisação foi tomada após uma negociação sem sucesso entre o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Setrans) e o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários Urbanos de Passageiros do Recife e Regiões Metropolitana, da Mata Sul e Norte de Pernambuco (STTREPE), realizada na tarde desta quinta-feira (19), na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Pernambuco. Por um lado, trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 12,8%, entretanto os donos de empresas irredutíveis ofereceram apenas 4%, divididos em duas vezes.

Quem paga caro com isso é a população, já penalizada por depender de um sistema de transporte ineficiente, veículos lotados, insuficientes para a demanda e vias sobrecarregadas que provocam engarrafamentos. Numa situação de confronto entre trabalhadores e patrões, sobra também para os usuários que ficam nas paradas procurando meios de chegar ao trabalho, mesmo submetidos ao transporte alternativo com valores elevados ou táxi. Quando conseguem um meio, não sabem como vão voltar. Os poucos ônibus que passam estão superlotados ou sofrem risco de depredação por parte dos grevistas. Aqueles que tentavam voltar para casa na madrugada de ontem já experimentaram o pesadelo de não ter como voltar, enfrentando tumultos nos principais terminais, além do risco de ficarem expostos a criminalidade.

Continuar lendo