Arquivo da tag: Michelle Rodriguez

Um pequeno Avatar para o 3D, um grande salto para Hollywood

O diretor James Cameron realizou o maior sucesso de bilheteria de todos os tempos, Titanic (Idem, 1998), mesmo depois de consagrado com filmes como Aliens, O Exterminador do Futuro, O Segredo do Abismo e True Lies. Entretanto, Cameron passou mais de uma década sem realizar filme algum após Titanic. Seu próximo projeto, a ficção científica Avatar tem lançamento previsto para 2009. Durante esse tempo distante das telas, o diretor realizou alguns documentários e trabalhos para a televisão. Mas o principal motivo do afastamento de Cameron, nos últimos anos, pode salvar Hollywood da guerra contra a pirataria. O Cinema 3D Digital.

Não confundir com as animações 3D, ou tridimensionais como Shrek, Incríveis ou Era do Gelo. O truque ótico conhecido como Terceira Dimensão não é novo. Era uma técnica usada nos anos 50 com relativo sucesso em que o público, com o uso de um óculos feito de plástico e papelão, enxergava pessoas e objetos saltarem da tela. Os projetores das salas de cinema precisavam ser adaptados para o truque funcionar. Com o tempo, os filmes abandoram essa técnica porque os óculos eram incômodos para a platéia, as adaptações onorosas para as salas de cinema e os roteiros dos filmes 3D eram toscos. Meros veículos para destacar o 3D. O que afugentava o público. Cada vez menos filmes insistiam em utilizar o recurso nas décadas seguintes.

James Cameron

James Cameron

Entretanto, James Cameron recriou a tecnologia com a ajuda dos recursos digitais de hoje e desenvolveu o Ultimato 3D, aliando o processamento digital, alta definição e os mesmos truques óticos capazes de fazer os astros e objetos saltarem da tela. Também finalizou um método para converter os filmes já realizados antes em produções 3D. Os diretores ficaram empolgados com os resultados alcançados e isso chamou a atenção dos grandes estúdios. Como resultado, nomes como Steven Spielberg, seu sócio Jeffrey Katzenberg, George Lucas e Peter Jackson, pretendem investir pesado na nova tecnologia. Lucas vai transformar todos os filmes Guerra nas Estrelas em 3D para relançar nos cinemas. Peter Jackson fará o mesmo com King Kong e Senhor dos Anéis. Katzenberg, grande defensor e divulgador da nova tecnologia, decidiu que todas as futuras animações da Dreamworks serão produzidas em 3D. O próprio Cameron, naturalmente, realiza seu Avatar todo em 3D.

Uma nova roupagem para o velho 3D

O diretor Robert Rodriguez experimentou a nova versão da tecnologia em Pequenos Espiões 3 e As Aventuras de Sharkboy e Lavagirl. A nova aventura de Branden Fraser, Viagem ao Centro da Terra (Journey to the Center of the Earth, 2008) também flerta com o novo recurso. Mas o principal lançamento, capaz de impulsionar o uso do 3D em Hollywood será realmente o próximo filme do Cameron, Avatar. Empolgado, o diretor explica sobre o nível de controle atigindo com a nova técnica: “É a mais pura criação onde, se quiser, você pode mover uma árvore, montanha ou o céu e mudar a hora do dia. Você tem o controle completo de todos os elementos da produção. Avatar fará Titanic parecer um piquenique”, sentencia Cameron. Katzenberg vai mais longe. “Acho que depois de um razoável período de tempo, todos os filmes serão feitos em 3D. Quando as platéias perceberem como a técnica é excepcional e os cineastas entenderem como a experiência que eles podem oferecer ao público será ampliada, os filmes bidimensionais (os atuais) serão coisa do passado. Essa é a mudança mais revolucionária desde a chegada dos filmes coloridos”.

Jeffrey Katzenberg

Jeffrey Katzenberg

O nome Jeffrey Katzenberg não é conhecido do público, mas exerce grande influência nos bastidores de Hollywood. Katzenberg usa essa influência para defender o novo sistema 3D Digital de alta definição. Sua decisão de realizar todas as futuras animações da DreamWorks em 3D Digital serve como grande alavanca para impulsionar a nova tecnologia. Uma demonstração realizada por Katzenberg durante uma conveção de televisão em Amsterdam, Holanda, para cerca de mil delegados, todos usando os novos óculos 3D, foi um grande sucesso. O auditório explodiu em aplausos desde a primeira cena apresentada. O executivo foi um dos principais responsáveis pela elevação de qualidade das animações da Disney no final dos anos 80 com A Pequena Sereia (The Little Mermaid, 89) e também cuidou da produção de A Bela e a Fera e Aladdin. Ao ser demitido da Disney em 1994, entrou em parceria com Steven Spielberg e David Geffen para criar o próprio estúdio, a DreamWorks. Katzenberg ficou encarregado pela divisão de animação do estúdio e produziu grandes sucessos como O Príncipe do Egito e Shrek, podendo rivalizar com a Pixar e seus antigos patrões da Disney. As próximas animações da DreamWorks serão Monstros Vs. Aliens (Monsters vs. Aliens, 2009) e o quarto Shrek e ambos já trabalham com 3D.

O filme de Cameron, Avatar, usará todos os elementos clássicos do diretor reunidos com a intenção de ser o maior sucesso de todos os tempos. Um épico de ação e ficção científica com alta tecnologia, cenas aquáticas, mensagem ecológica, atores de peso e jovens promissores como Sigourney Weaver (Alien), Michelle Rodriguez (Lost) e Giovani Ribisi (Resgate do Soldado Ryan). Na trama, um veterano de guerra paraplégico faz parte da tripulação que encontra o planeta Pandora, rico em biodiversidade exótica. Eles entram em contato com uma raça humanoide, os Na’vi, e descobrem que o planeta pode colocar em risco a existência do universo. Os custos de produção de Avatar superaram os US$ 300 milhões, por enquanto. Mas orçamentos estourados também são elementos rotineiros na carreira de James Cameron. Entretanto, na matemática de Hollywood, um filme precisa arrecadar três vezes o que gastou para ser considerado um sucesso. Portanto, o filme de Cameron precisa, obrigatoriamente atingir a marca de US$ 900 milhões, para começar a lucrar. A tarefa não é fácil, mas se depender do 3D e do talento de Cameron, o sucesso está garantido.

2009 – Uma Odisséia 3D Contra a Pirataria

Hollywood sofre grandes derrotas na luta contra a pirataria. Câmeras e celulares com filmadoras são cada vez mais acessíveis ao público que entram nas salas de cinema e registram seus filmes favoritos para soltarem na Internet. Então, milhões de usuários no mundo inteiro fazem cópias dos filmes e assistem nos seus computadores e aparelhos de DVD, antes mesmo do lançamento dos filmes nos cinemas, resultando em bilhões de dólares em prejuízo. A esperança com o novo recurso é deixar de sofrer com a pirataria. O uso do 3D Digital nos cinemas, depende de salas equipadas e platéias com os óculos específicos. Com isso, ninguém poderá ver esses filmes em casa. Além disso, as câmeras e celulares não conseguirão registrar as imagens borradas dos filmes em 3D nas telas dos cinemas. Só será possível vislumbrar o filme na tela corretamente com os óculos para compor o truque ótico da Terceira Dimensão. Mas nem toda sala de cinema está preparada para exibir filmes 3D. Dados da consultoria Screen Digest revelam que atualmente existem apenas 6.440 salas 3D no mundo. Essa transição será gradual. Logo, quem quiser testemunhar os próximos grandes sucessos de Hollywood, precisará comprar um ingresso. Talvés até pague mais caro para assistir um filme 3D. Recentes pesquisas revelam que o público geral estaria disposto a pagar mais para ver os filmes com esse novo recurso. Portanto, preparem o bolso. 2009 é logo ali.

Conheça nosso novo blog Maracutaia Livros.

Barra Cabeçalho

Suspense sobre terceiro Batman, adaptação de Garth Ennis e data do trailer de Dragonball

Produtor de Batman nem confirma nem nega participação de Cher

Christopher Nolan

Christopher Nolan

Enquanto a Internet incendeia com os rumores sobre o elenco do terceiro Batman, Christopher Nolan segue tranquilamente suas férias e sua mais famosa obra, o filme Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight, 2008), supera a marca de US$ 800 milhões no mundo inteiro, tornando-se o maior sucesso de 2008 e a 18º posição entre as maiores bilheterias de todos os tempos. Segundo o periódico The Hollywood Reporter tanto o estúdio Warner quando a produtora Legendary estão interessados em continuar a franquia do Homem Morcego nas telas, mas tudo depende de Nolan.

O produtor Chuck Roven explica que não há nada sobre o terceiro filme para dizer. “Chris é o tipo de cineasta que não pensa no próximo filme enquanto o filme em que está envolvido não estiver completamente finalizado. E nesse momento, Christopher está de férias e não montando fotos de Cher no Photoshop para incluir um unifome de gata. O filme ainda não existe. Quando Chris retornar, veremos como ele se sente”. O sucesso estrondoso do segundo filme requer um terceiro. E outro Batman será realizado, de um jeito ou de outro. Mas, por enquanto, ninguém sabe se Nolan vai dirigir, muito menos quem fará parte do elenco.

###

The Boys

The Boys

Quadrinhos de Garth Ennis sobre esquadrão da CIA deve ganhar as telas

Os roteiristas Matt Manfredi e Phil Hay, responsáveis pelo roteiro de Aeon Flux (Idem, 2005), vão adaptar The Boys (Os Garotos), para a Columbia Pictures, baseado nos quadrinhos de Garth Ennis e Darick Robertson. Neal H. Moritz (Eu sou a Lenda) vai produzir o projeto que acompanha um esquadrão da CIA conhecido informalmente como “The Boys”, cujo trabalho é monitorar a proliferação de super heróis e, quando necessário, intimidar ou eliminar os investigados.

###

O aguardado trailer de Dragonball já tem data para estrear

Segundo o site ComingSoon.net, a 20th Century Fox planeja lançar o primeiro trailer de Dragonball em 17 de Outubro, quando estrear a adaptação do game Max Payne, com Mark Wahlberg. Ninguém sabe se o estúdio vai soltar o trailer na Internet dias antes. Baseado no manga criado por Akira Toriyama e transformado numa animação de grande sucesso no mundo inteiro, a adaptação cinematográfica Dragonball foi escrito e dirigido por James Wong (Premonição) e trará no elenco Justin Chatwin (Goku), James Marsters (Piccolo), James Chung (Chi-Chi), Emmy Rossum, James Kyson Lee, Joon Park, Eriko Tamura, Chow Yun-Fat (Master Roshi) para lançamento em 10 de abril de 2009.

###

Rápidas

Enquanto Highlander volta a vida, o diretor do original Russell Mulcahy, longe de seus imortais, assina para dirigir Give ‘Em Hell, Malone (algo como Mande-os para o Inferno, Malone), uma nova trama de ação com o Justiceiro, Thomas Jane e Ving Rhames (Missão: Impossível). A trama, sem grandes novidades, mostra um detetive particular que vive o inferno para proteger uma informação secreta de um grupo mafioso. Michelle Rodriguez (Lost, Velozes e Furiosos) também pode entrar para o elenco.

Astro francês critica Hollywood, Harrelson enfrenta zumbis e SET destaca Watchmen

Kassovitz reclama de Missão Babilônia com Vin Diesel

Mathieu Kassovitz

Mathieu Kassovitz

O ator francês Mathieu Kassovitz (Munique, Fabuloso Destino de Amélie Poulain) desabafou sua péssima experiência ao filmar o suspense de ficção científica, Missão Babylônia (Babylon A.D., 2008) com Vin Diesel que estréia essa semana nos Estados Unidos. Estamos acostumados a ver integrantes do elenco de um filme em coletivas de imprensa para divulgação ou nos extras dos DVDs naquela rasgação de seda em relação aos colegas, diretores e produtores com quem trabalharam juntos por vários meses. Mas o astro francês seguiu uma cartilha diferente e soltou o verbo contra os realizadores e o estúdio 20th Century Fox.

“Eu nunca tive a chance de fazer uma cena do jeito que foi escrita ou do jeito que eu queria. O roteiro não era respeitado. Péssimos produtores e péssimos parceiros. Foi uma experiência terrível”, revelou o astro que tirou suas conclusões sobre o filme. “É pura violência e estupidez”.

Muitos profissionais em Hollywood são forçados ao silêncio para não reclamarem dos filmes em que participam por causa dos contratos assinados que os obrigam a manterem sigilo. Kassovitz não assinou qualquer contrato dessa natureza, portanto ficou livre para falar mal e muito mal. Para Mathieu que dirigiu o filme, a idéia básica do livro orginal era excelente, com elementos de política nas entrelinhas, mas o resultado final ficou como um episódio ruim da série 24 horas. O astro ainda denunciou que o estúdio mandava seus advogados analisarem cada vírgula e cada ponto no roteiro. Eles tornavam tudo mais difícil e cuidaram de reeditar o filme para alcançar uma censura mais branda.

Essas declarações vão prejudicar o filme em sua semana de estréia, ampliando os riscos que já eram elevados. Durante as filmagens, a empresa de seguro cancelou o contrato de garantia do filme porque os produtores estouraram prazos e orçamentos. Isto é Hollywood. Pelo jeito, vai ser complicado Kassovitz conseguir outro emprego na capital do cinema norte-americano, depois dessas declarações bombásticas.

###

Depois de Assassinos por Natureza, Harrelson participa de filme de zumbis

Woody Harrelson

Woody Harrelson

Woody Harrelson prepara-se para enfrentar os mortos vivos na comédia de terror, Zombieland de Ruben Fleischer. O astro de O Povo Contra Larry Flynt assinou um contrato com a Colúmbia Pictures para fazer um filme na linha de Todo Mundo Quase Morto (Shaun of the Dead, 2004). Na trama, dois sobreviventes lutam contra zumbis num cenário apocaliptico. O segundo astro não foi revelado, mas rumores sugerem Wesley Snipes.

###

###

###

Revista SET destaca Watchmen com quatro capas

A revista SET no mês de setembro trará quatro capas e matéria especial sobre a adaptação dos quadrinhos para as telas mais aguardada de todos os tempos, Watchmen (Idem, 2009), a visão de Zack Snyder (300) sobre uma das melhores revistas em quadrinhos já criadas, inspirada na mente criativa de Alan Moore e Dave Gibbons e lançada em 1986.

Continuar lendo