Um pouco de consolo para o agente 007

Depois do batismo de fogo, Daniel Craig assume outra vez o papel do agente secreto a serviço de Sua Majestade no novo Quantum of Solace (2008), dirigido por Marc Forster de O Caçador de Pipas (The Kite Runner, 2007). O enigmático título, baseado num conto de Ian Fleming publicado na coletânea Somente Para os Seus Olhos (For Your Eyes Only), ainda não tem versão para o Brasil e pode ser entendido como a medida do consolo, em referência a dor de Bond pela perda mostrada no filme anterior. Por isso, o agente 007 parte em busca de vingança e coloca em risco sua própria carreira, sendo caçado por inimigos e pelos próprios colegas do serviço secreto. Durante um interrogatório, Bond descobre a existência de uma complexa organização criminosa chamada Quantum responsável por chantagear Vesper e que manipula um traidor dentro do MI6. As pistas levam o agente da Áustria para a Itália e revelam uma operação na América do Sul que pode resultar num golpe militar e o total controle sobre uma fonte de reservas naturais. A sede de vingança do agente já foi explorada em outros filmes da franquia como Os Diamantes São Eternos (Diamonds Are Forever, 1971) e Permissão para Matar (Licence to Kill, 1989).

O sucesso da trilogia da série de espionagem criada por Robert Ludlum com Matt Damon em Identidade Bourne (2002), Supremacia Bourne (2004) e Ultimato Bourne (2007), apresentou uma leitura mais realista para o gênero, sem perda de rítmo ou tensão. Um grande contraste em comparação com os filmes da série de James Bond, especialmente o último com Pierce Brosnam, Um Novo Dia Para Morrer (Die Another Day, 2002), repleto de exageros, efeitos especiais mirabolantes e vilões megalômanos, típicos da franquia. Quentin Tarantino, diretor de Kill Bill (2003), até sugeriu recriar a série Bond do zero, com Cassino Royale, o primeiro romance do autor Ian Fleming com o agente secreto britânico, já filmado de maneira caricata em 67. A intenção seria mostrar um herói mais humano, limitado, inesperiente em confronto com situações e vilões mais realistas. Tarantino inclusive se ofereceu para dirigir, mas foi rejeitado, apesar dos produtores Barbara Broccoli e Michael G. Wilson levarem a idéia adiante. Assim nasceu o filme Cassino Royale (Casino Royale, 2006) com direção de Martin Campbell e a estréia do novo Bond, Daniel Craig. Por ser um reinício da série, Royale apresenta o agente antes de conquistar o duplo zero que significa permissão para matar durante as missões. Apesar dos receios dos fãs em relação a escolha do ator, o filme tornou-se o maior sucesso de bilheteria da história da franquia que já contava com vinte filmes.

O lançamento mundial de Quantum of Solace (2008) está previsto para o início de novembro. Confira o trailer legendado:

Anúncios

2 Respostas para “Um pouco de consolo para o agente 007

  1. Esse filme vai ser muito bom! Eu gostava dos filmes com Pierce Brosnam, mas o novo ‘estilo’ com Daniel Craig é muuuuito melhor. Até pq sou fâ da trilogia Bourne! Mal posso esperar!
    Um abraço!

  2. ta uma merda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s