Conquista cobre Pernambuco de vermelho e preto

Sinto muito pelos outros times, mas é preciso reconhecer que a vitória do Sport sobre o Corinthians foi merecida. O time rival chegou arrogante com sua vantagem de dois gols sobre o time nordestino. Sua intenção de administrar a bola e manter o placar zerado transformou-se em desespero quando o Sport partiu para o ataque e fez dois gols numa sequência, para muitos, inacreditavel. Tem torcedor do Corinthians até agora tentando entender o que aconteceu. O Sport começou com certa insegurança até o técnico Batista acrescentar mais um jogador a frente do time rubro negro, somando três atacantes. A partir daí, o Sport conseguiu conquistar os dois gols necessários para a vitória ainda no primeiro tempo. O Corinthians julgando-se imbatível, não estava preocupado em atacar até o momento da virada do Sport. Foi quando o time paulista tentou, em vão, reagir com jogadas que beiravam o desespero. No fim das contas, o Sport consolidou o título de campeão da Copa Brasil 2008 com segurança, estratégia e serenidade. Ganha o Sport e ganha Pernambuco.

Ciente da importância dessa vitória, o Governador do Estado, Eduardo Campos, acompanhou o jogo de perto e vibrou com o sucesso do Sport, apesar de ser torcedor do Náutico. Os gols de Carlinhos Bala e Enílton fizeram muito mais do que consolidar a participação do Sport na Taça Libertadores da América 2009, depois de um jejum de 21 anos sem disputar qualquer competição internacional, eles destacaram Pernambuco e seus jogadores, tiraram a final da Copa Brasil do eixo Rio-São Paulo e garantiram a primeira taça para um time do Nordeste. A conquista também fortalece Pernambuco como possível cenário para competições internacionais importantes como as Olimpíadas e a Copa do Mundo, quando o Brasil for escolhido como país sede. Muitos ganharam com o jogo. O Sport levou a Taça, Ariano Suassuna ganhou seu presente de 81 anos, o torcedor ganhou um jogo inesquecível e Pernambuco consolidou seu futebol como um dos mais importantes de todo o país. Parabens, Sport. Pernambuco celebra essa conquista.

Conheça nosso novo blog Maracutaia Livros.

Barra Cabeçalho

Anúncios

Uma resposta para “Conquista cobre Pernambuco de vermelho e preto

  1. Thêmisson Mélo

    Só pra reiterar (acho que está certo assim), o segundo gol não foi de Enílton, e sim do meia Luciano Henrique, que chutou a bola. Enílton não conseguiu toca-la apesar da impressão que todos tiveram.
    oks, mas o que importa é que o Sport venceu bem e que estamos na libertadores do ano que vem!!!

    PELO SPORT TUDO!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s