Internet: um tsunami de bits

Primeiro surgiu o conceito de hipertexto, antes mesmo de inventarem um nome. O pesquisador Vannevar Bush conceituou a idéia em julho de 1945 no seu artigo Da Maneira Como Pensamos (As We May Think, 1945) sobre catalogação e indexação de informações. Ted Nelson imaginou o Projeto Xanadu em 1960, onde haveria uma rede de computadores de fácil interface para ajudar a resolver problemas sociais. Nelson usou o conceito de Bush e batizou de hipertexto em 1963. Ele também criou a palavra hipermídia.

A internet nasceu com o nome Arpanet – Advanced Research Projects Agency Network ou Rede de Projetos de Estudos Avançados, fruto de um projeto secreto militar norte-americano desenvolvido em agosto de 1962 para manter as comunicações, mesmo se um possível hecatombe nuclear derrubasse os meios tradicionais, como telefone, rádio e televisão. O clima da guerra fria foi um fator determinante na criação da rede. Em 1968, a rede militar entrou em operação e, aos poucos, expandiu também para as universidades, o que ajudou a popularizar seu uso durante os anos 70 e 80.

A primeira conexão entre computadores remotos para formar a rede foi estabelecida em 21 de novembro de 1969, ligando a Universidade da California – UCLA, com o Instituto de Pesquisas de Stanford – IMP. Os pesquisadores e estudantes universitários rebatizaram a rede de internet e criaram os serviços de email (1971) e o protocolo de transferência de arquivos – FTP, dois anos depois.

Conheça nosso novo blog Maracutaia Livros.

Barra Cabeçalho

Texto postado originalmente no blog: O Linguarudo.

Leia mais em

Desbrave a rede com os Buscadores.

E nasceu a grande teia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s